Recentemente falamos em outro artigo como a timidez pode limitar o potencial de crescimento pessoal e profissional, hoje abordaremos os prejuízos que essa característica – quando excessiva –  traz para a auto estima e a visão que o indivíduo faz de si mesmo.

Vamos explorar um único aspecto da Timidez e veremos como isso pode se tornar um grande empecilho na vida da pessoa: pensamentos e crenças muito negativas a respeito de si mesmo.

  • Esses pensamentos/crenças acabam por reforçar e manter uma atitude mais passiva diante da vida, sempre acreditando que sua opinião é totalmente descartável ou tão equivocada que se exposta pode gerar um grande constrangimento.
  • Assim, o tímido acaba tendo uma preocupação excessiva com a avaliação que os outros farão dele que o leva a evitar ao máximo qualquer tipo de exposição.
  • Essa visão distorcida de si mesmo faz com que a pessoa tenha bastante dificuldade de “avançar” na vida, ficando paralisada – passiva – diante de situações pessoais (quando por exemplo poderia interagir com alguém que se interessou para desenvolver uma relação afetiva de amizade ou namoro) e profissionais (quando poderia se candidatar a um cargo que ficou em aberto na empresa ou solicitar uma promoção, mesmo diante de um feedback positivo do superior). Geralmente acreditam não ser merecedoras de tal experiência.
  • Por ter sempre uma visão mais pessimista de si, do outro e do mundo, o tímido dificilmente vê possibilidades de crescimento. E mesmo quando as enxerga tem que empregar uma dose extra de coragem e energia para dar um passo em direção certa.
  • Quando é necessário se “expor” – no trabalho ou em relacionamentos – costuma demonstrar muito nervosismo e ansiedade, normalmente desproporcional a situação.
  • por não terem uma auto-avaliação muito realista, podem se portar de forma bastante contraditórias: irritáveis quando se sentem “traídos” por amigos próximos que tentam ampliar o círculo de amizade, provocando impressões desagradáveis ou muito nervosos e calados dando uma impressão de arrogantes e/ou antipáticos.

Como podemos observar, um único aspecto da timidez por si só pode causar um enorme estrago na vida da pessoa. É importante ressaltar que são os pensamentos (negativos) e comportamentos (de evitação) que mantém o problema e que a maneira mais efetiva de resolvê-lo é buscando novas experiências – tarefa nem sempre fácil. É necessário esforço para sair da zona de conforto – onde se sente seguro – e arriscar-se. É o único jeito de iniciar uma transformação que pode mudar a vida significativamente.  

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *