Não existe necessariamente um culpado para o divórcio. Apesar de muitas separações serem causadas por ações de um dos cônjuges, na maioria das vezes o relacionamento termina por motivos que fogem do nosso controle. A vida a dois pode ser um grande desafio, e a convivência por si só acarreta várias situações que podem ser desgastantes para as duas partes. E hoje vamos tentar explicar alguns desses motivos que levam à separação.

Se conviver com uma pessoa fora de casa pode ser complicado em algumas situações, existem casais que vivem em pé de guerra dentro do próprio lar. No entanto, isso não quer dizer que não existam casais felizes. O que acontece é que, em algumas situações, a diferença de personalidade e criação afeta o relacionamento a dois e pode conduzir a um divórcio.

Sabendo que essa situação pode ser desencadeada por diversos motivos diferentes, montamos uma lista com 11 motivos que levam à separação. Confira logo abaixo.

1- O desgaste da vida a 2

Um dos motivos mais comuns para o término é o cansaço da convivência, considerado uma espécie de tédio causado pelos anos de um relacionamento rotineiro. É comum encontrarmos um casal que vive sempre na mesma rotina, o que acaba cansando e deixando as duas partes acomodadas.

é importante sair da rotina para que o relacionamento não fique tedioso

é importante sair da rotina para que o relacionamento não fique tedioso

Independentemente de quantos anos o casal está junto, é indispensável sair da mesmice e procurar sempre novidades para fazerem juntos. Frequentar novos lugares e fazer programas a dois são exemplos de atividades que podem evitar o desânimo de viver sempre a mesma coisa.

2- Traição

A infidelidade faz parte dos motivos que levam a separação, podendo vir de qualquer um dos cônjuges. Em geral, a traição acontece quando há alguma insatisfação na vida conjugal e muitas vezes é vista como uma forma de resolver os conflitos do casamento.

Quando o cônjuge sente que o matrimonio não o preenche mais como antes e começa a se interessar por terceiros, imagina que um relacionamento extraconjugal poderia ser a solução para o problema. No entanto, esse ato é completamente desrespeitoso e tende a afastar mais o casal.

Ou seja, ao invés de resolver a situação, você acaba potencializando um divórcio.

3- Dinheiro

Com o consumismo fazendo cada vez mais parte da vida dos brasileiros, o dinheiro tem se tornado um dos motivos que levam à separação mais recorrentes. Isso pode ser explicado pelos excessos gastos por uma das partes, que consequentemente acaba afetando as finanças da casa e gerando discussões.

Gastar demais pode ser um problema sério, e em grande parte dos casos termina em dívidas que se acumulam ao longo do tempo. Com diversas contas para serem pagas e pouco dinheiro para suprir a demanda, os conflitos na vida a 2 começam a surgir e aumentar gradativamente.

4- Personalidades diferentes

Apesar do casamento significar ceder em determinados momentos, uma diferença muito gritante entre o casal pode desgastar a relação. Imagine duas pessoas diferentes vivendo o dia a dia juntos sem conseguir entrar em um acordo em quase todos os assuntos.

Essa situação é muito comum quando os dois possuem uma personalidade muito diferente um do outro. E quando essas diferenças não são respeitadas e toleradas, a convivência torna-se impossível.

5- Falta de comunicação

Um relacionamento saudável é constituído por respeito e diálogos constantes. É importante tentar resolver os conflitos com conversas e comunicar ao outro quando algo não vai bem. A omissão de sentimentos, sejam eles bons ou ruins, pode afetar o casamento e ser mais um dos motivos que levam à separação.

a comunicação é indispensável na vida a dois e pode resolver diversos conflitos facilmente

a comunicação é indispensável na vida a dois e pode resolver diversos conflitos facilmente

Muitos problemas que parecem complicados são facilmente resolvidos depois de uma conversa. Afinal, na maioria das vezes nós pensamos que sabemos o que o outro pensa e sente. E ao sentar e conversar sobre a situação, percebemos que uma mudança de comportamento ou pedido de desculpas pode facilmente resolver o conflito.

6- Falta de companheirismo

Antes de ser um casal, os dois precisam ser amigos. Isso implica ajudar um ao outro em momentos difíceis como na criação dos filhos, desafios profissionais e em afazeres do lar.

A falta de suporte do companheiro diminui a confiança e gera uma sobrecarga, fazendo o outro pensar que ficar sozinho é uma opção mais vantajosa.

Além disso, apoiar também significa estar presente e ouvir desabafos. Muitas mulheres reclamam que os maridos não ouvem quando elas querem desabafar que tiveram um dia difícil no serviço, ou um problema com a mãe. E isso pode causar frustração e angústia, levando a uma separação em muitos casos.

7- Convivência com um companheiro negativo

Imagine conviver com alguém que reclama de tudo o tempo inteiro. Normalmente, para esse tipo de pessoa, nada o agrada e a culpa de tudo estar ruim é das outras pessoas. Esse comportamento geralmente afasta o casal ao decorrer do tempo, já que o outro não tem coragem de iniciar uma conversa por medo de ser apontado como culpado.

A falta de apoio também é um problema causado pelo pessimismo. Afinal, sempre que um dos cônjuges conta um novo projeto que tem em mente, seja no trabalho ou para o relacionamento, a negatividade o deixa desanimado.

8- Excesso de controle

Embora seja comum que esse excesso de controle surja da mulher, alguns homens também podem ser extremamente controladores. Fiscalizar o celular, fazer questionamentos sobre onde e com quem estava a todo momento e até mesmo não deixar o parceiro sair com amigos pode ser um dos motivos que levam à separação.

o excesso de controle pode ser um dos motivos levam à separação

o excesso de controle pode ser um dos motivos levam à separação

Afinal, ninguém gosta de ser controlado. E estar casado não significa que somos donos de alguém e que podemos dizer o que o outro deve ou pode fazer. O respeito e a confiança são a base de um relacionamento saudável, e o controle excessivo demonstra uma certa imaturidade e insegurança entre o casal.

10- Violência doméstica

Apesar de ser um fato triste e que não deveria fazer parte de nenhum casamento, a violência doméstica ainda está presente em grande parte dos lares brasileiros. Enquanto em alguns casos a violência não chega a ser física, podendo ser verbal ou psicológica, em outras situações podem ser bastante alarmante.

A boa notícia para esse caso é que em 27 de março de 2019, foi aprovada a lei que determina que mulheres que sofreram violência doméstica têm direito a solicitar ao juiz a decretação imediata do divórcio, ou rompimento da união estável.

11- Diferenças em sonhos e projetos de vida

Imagine que uma mulher que tem o grande sonho de ser mãe se casa com um rapaz que não pensa em ter filhos. Isso com certeza abalaria o casamento dos dois. Afinal, a projeção de vida do casal é diferente, e ambos têm uma linha de pensamento e sonhos que se diferem muito um do outro.

Em todos os relacionamentos existem situações em que uma das partes precisa ceder em alguma área. Porém, quando ceder implica em retrair algo tão importante para um dos cônjuges, isso pode levar à separação do casal.

Apesar de termos listado 11 motivos que levam à separação, o divórcio pode ser causado por diversas situações diferentes que acabam deixando o casal infeliz. Se esse for o seu caso, entre em contato com um especialista no site Anna Luiza Ferreira, advogada de família, e tire todas as suas dúvidas sobre o divórcio.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *