Inteligência Relacional: o novo conceito que está revolucionando os parâmetros de sucesso

A primeira grande descoberta: A Inteligência Emocional

Desde a descoberta da Inteligência Emocional por Daniel Goleman, quando publicou seu primeiro livro sobre o assunto no ano de 1995, os conceitos de inteligência vem sendo cada vez mais estudados e evoluindo para algo realmente animador: inteligência tem a ver com competências que podem ser adquiridas ou desenvolvidas. Antes esse conceito era baseado quase que exclusivamente na medição de Q.I. Leia mais

Relacionamento Familiar: onde surgem os conflitos e as soluções

Nossa vida é pautada sempre, sem exceção, nos nossos relacionamentos. É nas relações que desenvolvemos as nossas melhores habilidades de adaptação ao meio: comunicação, reciprocidade, tolerância, escuta, empatia, etc. Delas também surgem as maiores dores e feridas na alma e no coração. E só através delas que também encontramos a cura. Leia mais

Relacionamento entre Pais e Filhos

O ato de se relacionar por si só já implica em vários desafios. Nos arriscamos o tempo todo nos nossos relacionamentos afetivos, familiares, sociais e, arriscar-se, é uma qualidade que geralmente as pessoas apresentam algum nível de dificuldade.

O relacionamento entre pais e filhos via de regra é carregado de uma série de crenças que são decisivas na construção de uma relação saudável ou desastrosa.

Leia mais

Consciência e Autorrealização no fortalecimento da Autoestima

Nos últimos artigos temos comentado a importância de manter a autoestima elevada para termos mais chances de sucesso nos nossos relacionamentos. Estes são a base de tudo na nossa vida e é só a partir deles que podemos evoluir como pessoa, profissionais, filhos, pais, etc. Leia mais

Autoestima – porque ela é fundamental para os relacionamentos?

Dia desses vi um post no Facebook que dizia: Buscar um relacionamento quando se está carente é a mesma coisa que ir ao supermercado com fome: qualquer coisa serve!

E serve mesmo. A extrema carência da piada acima nada mais é que uma das características mais marcantes das pessoas com baixa autoestima. Leia mais

Timidez – quando isso se torna um problema

Recentemente falamos em outro artigo como a timidez pode limitar o potencial de crescimento pessoal e profissional, hoje abordaremos os prejuízos que essa característica – quando excessiva –  traz para a auto estima e a visão que o indivíduo faz de si mesmo.

Vamos explorar um único aspecto da Timidez e veremos como isso pode se tornar um grande empecilho na vida da pessoa: pensamentos e crenças muito negativas a respeito de si mesmo. Leia mais

Timidez – Como ela pode limitar o seu potencial

A principal característica da pessoa que é tímida é a dificuldade de se expressar diante de pessoas ou situações onde seria importante ter um posicionamento. Não se expressar nesses momentos sustenta crenças limitantes de inadequação e incapacidade que acompanham a timidez.

A timidez a princípio não causa prejuízos a vida e rotina das pessoas, mas quando isso acontece é quando elas buscam ajuda para tentar solucionar um problema já instalado: solidão, falta de energia para manter uma vida social, estagnação profissional, etc. Leia mais

Raiva: a mais tóxica das emoções

Um pouco de raiva pode ser o combustível para uma algum tipo de mudança positiva, por exemplo: se no trabalho você percebe que outras pessoas estão recebendo promoções e você não, pode sentir raiva mas decidir se esforçar mais. O problema é que combustível é inflamável e neste caso, na grande maioria das vezes leva a uma explosão. Leia mais

Benefícios do sexo na sua rotina

Todas nós seres humanos – sem exceção – buscamos satisfazer algum desejo. É uma qualidade essencial da nossa natureza, é o que nos move e nos motiva.

Um líder religioso pode ter o desejo do enriquecimento espiritual. Outros podem ter o desejo de ser famoso, de enriquecer. Alguns querem atingir a iluminação enquanto outros buscam satisfazer o desejo de aventuras, viagens. Alguns tem o desejo de obter satisfação sexual. Por mais distintos que pareçam, todos os objetos do nosso desejo são apenas pacotes de felicidade em formatos diferentes.. Esse é o desejo primeiro que nos une, ninguém precisa convencer um criminoso, um médico, um religioso, um ateu, um milionário ou um mendigo a desejar felicidade. Leia mais

Armadilhas da mente

Nosso cérebro é o ambiente mais desconhecido que se pode imaginar. Como uma caverna escura, nunca antes penetrada por nada e nem ninguém. Nossa capacidade cerebral, apesar de muito estudada, ainda é um mistério em quase toda sua totalidade.

A mente de um esquizofrênico é capaz de produzir a sua própria realidade, que pode ser bastante distinta da realidade das pessoas que o cercam, assim como a cognição do depressivo. Leia mais